Vinho na medida certa!

Vinho na medida certa!

17 de agosto de 2016 / Dra. Alessandra Atauri

Estudos demonstram que o efeito cardioprotetor da ingestão moderada de vinho, é dado principalmente pela molécula de resveratrol, um flavonóide que promove a elevação da taxa de colesterol HDL (colesterol bom), possuindo ainda uma ação antioxidante que leva à diminuição do colesterol LDL (colesterol ruim), responsável por danos arteriais conhecidos como aterosclerose (acúmulo de placas gordurosas na parede das artérias). É visto ainda que estas substâncias também conhecidas como polifenóis, inibem a produção da endotelina, um peptídeo responsável pela contração dos vasos sanguíneos do coração. Em relação ao sistema de coagulação, atua inibindo a agregação plaquetária, mecanismo envolvido junto aos anteriores no desenvolvimento de doenças cardiovasculares como a Doença Arterial Coronariana.

É sempre importante lembrar que deve-se evitar o consumo excessivo de vinho, uma vez que por ser uma bebida alcoólica, possui efeitos adversos, sendo necessário o controle de sua ingestão principalmente em diabéticos, hipertensos, entre outros. Além disso, possui relação dose-efeito crescente para o desenvolvimento de outras doenças de acordo com a quantidade de álcool ingerida. O suco de uva integral é uma boa opção por não conter álcool, podendo ser consumido pela maioria das pessoas. É ainda essencial manter a prática de exercícios físicos sempre associada a um estilo de vida saudável, uma vez que o vinho não é indicado para prevenção primária de doenças cardiovasculares.